PRERROGATIVAS, UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

MATO GROSSO - 17ª SUBSEÇÃO DE SORRISO

Newsletter


Ir para opção de Cancelamento

Agenda de Eventos

Setembro de 2019 | Ver mais
D S T Q Q S S
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 # # # # #

Artigo | mais artigos

Mulheres que Inspiram

Data: 06/03/2019 16:54

Autor: Clarissa Lopes Dias*

    "Mulheres que Inspiram" é tema de uma campanha lançada pela Caixa de Assistência dos Advogados de Mato Grosso (CAA/MT), com apoio da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MT), para este mês de março, quando se comemora o Dia Internacional da Mulher. A campanha é uma homenagem às mulheres advogadas que transformam a Justiça com as suas atitudes.

    Hoje já somos mais de meio milhão de profissionais em atividade no Brasil. Em Mato Grosso esse número chega a quase 9 mil. A mulher advogada está sempre empenhada, não só pelas prerrogativas da profissão, mas também contra as barreiras de gênero à sua atividade.

    Sim, ainda sofremos com isso no exercício da advocacia, principalmente com ambientes hostis, como presídios, delegacias e repartições públicas e privadas. Muitas vezes não recebemos o respeito e a atenção que a profissão exige e merece por direito, mesmo a OAB-MT, por meio da Comissão de Direito da Mulher (CDM), intervir quando necessário.

    A campanha "Advogadas que Inspiram" também visa resgatar o respeito por todas as advogadas e mulheres mato-grossenses e pelo direito a condições de vida digna, livre de violência e discriminações. Como profissionais do Direito, defendemos políticas públicas que promovam a igualdade de direitos, o respeito e a segurança das mulheres como um todo.

    Os dados de casos de violência contra as mulheres no Brasil são alarmantes. O “Mapa da Violência Contra a Mulher 2018”, produzido pela Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Câmara dos Deputados, demonstra que foram divulgados pela imprensa brasileira mais de 68 mil casos de violência contra a mulher ao longo de 2018. Histórias de mulheres vítimas de estupro, importunação sexual, violência online, violência doméstica e feminicídio.

    O documento aponta que a maioria dessas vítimas de violência é agredida pelos seus companheiros ou ex- companheiros, tanto em casa como na rua, e isso acontece o tempo todo. Os dados mostram também que a maioria dos abusadores sexuais, em especial das crianças, guardam laços sanguíneos e afetivos com a vítima, como pais, avós, tios, primos, vizinhos. Pessoas que deveriam resguardar as meninas, mas as submetem a situações de violência e as deixam traumatizadas para o resto da vida.

    A maioria das vítimas (83,7%) possui entre 18 e 59 anos, sendo que a margem que mais concentra a idade das vítimas é entre 24 e 36 anos. Números do presente levantamento apontam que 15.925 mulheres foram assassinadas em situação de violência doméstica.

    É preciso mudar essa realidade cruel e nessa luta, nós, advogadas mato-grossenses, temos buscado fazer um trabalho eficiente em defesa dos Direitos da Mulher, pela paz e respeito a todas. Se junte a nós nessa causa e participe da programação estadual "Mulheres que Inspiram 2019".

    Serão várias ações ao longo do mês de março organizadas pela Caixa de Assistência dos Advogados, juntamente com a Comissão de Direito da Mulher, nas diversas subseções da OAB-MT nos municípios. Preparamos mesas redondas, workshops e palestras sobre o combate à violência contra a mulher, além de cafés da manhã, chás da tarde, happy hours, coquetéis, dicas de maquiagem, pedal, entre outras atividades.

*Clarissa Lopes Dias é secretária-geral da CAA/MT e presidente da comissão de Direito da Mulher da OAB-MT